O primeiro texto do ano

O quê escrever no primeiro texto do ano? Objetivos? Expectativas? Um “Boas vindas”? Não sei ao certo, eu decidi cair no óbvio e escrever uma carta aberta para 2014. Achei delicado e de bom tom, assim como são aqueles cartões de presente que escrevemos, sabe?

Oi 2014,

Acredito que as coisas ainda não tenham se adaptado à loucura que é essa vida aqui. Para cada um, você chega de um jeito. Aqui, você chegou com a casa bagunçada, confesso. Não queria mesmo que fosse assim, também não queria que algumas coisas se repetissem. Sei que isso não depende de você, e sim de mim, mas se eu posso te pedir algo é que por agora, se sinta à vontade.

Você foi muito aguardado, mas não consegui arrumar a casa e preparar o coração, me desculpe pela indelicadeza. Minha mãe não me educou assim, mas depois de alguns anos difíceis e tantos pedaços espalhados – muitos até guardados de baixo do tapete, não tinha como ser diferente. Troquei o piso do chão, pintei as paredes e agora estou ajeitando os móveis. Aos poucos, eu sei, tudo se ajeita e a reforma acaba. De repente é só manter o ritmo e acalmar o coração.

O ano novo sempre chega carregado de coisas boas, esperança, fé, paz, amor e alguns sacanagens da vida no meio do caminho. Espero que a sua bagagem seja muito bonita e brilhante. Gosto de coisas iluminadas, bonitas, cheias de amor e afeto. Sinto que 2014 vai ser um ano fantástico e de inúmeras realizações. E que assim seja amém.

Sabe 2014, não sei quais surpresas estão reservadas para mim, mas espero que você seja o ano da verdade, da claridade, dos momentos felizes e do amor. Quero pessoas de verdade, claridade para seguir adiante, momentos felizes daquele que os dentes mal cabem na boca diante do tamanho do sorriso e claro, do amor. Que as pessoas saibam amar mais, viver mais, serem mais e melhores. Cansei dessa história de metade, de um, do próprio umbigo e do “meu caminho”. Traga caminhos bem abertos para todos, assim ninguém precisar “roubar” nesse jogo chamado vida. Para aqueles que plantaram bons frutos, dê colheita farta e coração cheio. Para aqueles que vão plantar, sabedoria para cuidar das sementes, para aqueles que plantaram uma semente ruim, o entendimento dos acontecimentos que estão por vir. Tá ai, sabedoria para todos.

Tenho certeza que o /14 que eu vou usar durante os 365 dias desse ano valerão à pena e quando chegar dezembro, vou ser grata por tudo aquilo que vivi. Desculpe pelo mal jeito, mas o café está quente, tem comida na geladeira, bons vinhos na adega, lençois brancos e limpos na cama, que é macia. Tem ducha quente e de boa regulagem, água no criado mudo, travesseiro com cheiro de lavanda e chocolate na dispensa. Ah, já ia me esquecendo, o acesso sem fio pega da piscina. Chega mais e fica à vontade. Vamos nos dar muito bem e até jogar cartas em dias de chuva.

A vida é nossa, a casa é sua, pelo menos nesses 365 dias que serão vividos intensamente e de coração aberto.

Vem, me dá a mão 2014. De agora em diante, vamos juntos!

4034
{ Imagem reprodução }

Assinatura Ju - 2013

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

8 comentários em “O primeiro texto do ano

    1. Aiii que lindeza!!! 🙂 Obrigada Tá, fiquei muito feliz em saber que você gostou.

      Beijos

  1. Parabéns pelo texto, sempre me identifico com seus textos, sempre claros e verdadeiros. Sucesso em 2014 Juliana, vc merece! Ah e pra não perder o costume vou copiar e colar mais um texto rs.

    1. Oi Taila, tudo bem?

      Obrigada pelo recadinho! Fico muito, muito, muito feliz mesmo em recebê-lo!
      Eu adoro saber que as pessoas se identificam e que eu não sou uma louca sozinha nesse mundo. hehehe

      Beijos

  2. Nossaaa Juliana, acompanho o Dona oncinha desde o ano passado e não consigo largar…Texto simplesmente maravilhoso e inspirador!!!
    Arrepiooou.

    Sucesso para 2014!!!

    1. Oi Barbara!

      Que delícia saber disso! 🙂 Obrigada pelo carinho!!!

      Sucesso para nós!

      Beijos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo