O que parte um coração

Leia ouvindo: Alejandro Sanz – Corazón Partío

Parte de nós sempre quis acreditar que tudo daria certo. Tínhamos tudo que precisávamos um no outro, e ainda assim, sabíamos de nossas individualidades e sempre respeitamos isso. Aliás, de todas as coisas que eu amava em você, essa era a que eu mais gostava: o respeito.

Até na hora de me deixar você me respeitou. Sabia que continuando ali estaria traindo minhas crenças. Decifrava todos os meus problemas com cálculos rápidos e certeiros, e adivinhou rápido demais que não poderíamos seguir em frente. Era óbvio para nós dois, mas só você teve coragem de abdicar.

Fiquei imóvel, por dentro e por fora. Previra esse dia e preparara discursos para mim e para você, na esperança de fazer a gente continuar. Foi tudo por água abaixo. As palavras, nosso relacionamento, minha fé.

{Imagem: reprodução}
{Imagem: reprodução}

Dos mistérios milenares da humanidade, ainda há muito que se descobrir na disciplina “coração partido”. A gente sabe que um dia ele se cura, se reergue, funde os pedaços, mas da prisão que o sofrimento nos causa à liberdade de um coração inteiro, encontra-se um caminho tortuoso. Torturante.

Não são os relacionamentos maravilhosos que deixam os corações espatifados quando chegam ao fim. Corações se partem por expectativas que se frustram, futuros que se esvaem. Há pessoas perfeitas na hora errada. Há relacionamentos caóticos que a gente apela por pura carência. Há muita pressão para sermos 2 quando as vezes queremos mesmo ser só 1.

A sua presença me fazia querer ser par, mas a minha consciência precisava ser ímpar. Depositei em nós todas as vontades de ser feliz, plena, completa, e esqueci que todas essas palavras estavam no singular. Você era tudo que já precisei e que, definitivamente, voltarei a precisar, mas ali nossos corações batiam em fusos horários diferentes.

Hoje, quebrando. Amanhã, recuperando. No futuro, pulsando. Quem sabe a gente acerte os ponteiros e passe a badalar os sinos ao mesmo tempo. Se você ouvi-los ecoar, saiba que é hora de voltar pra mim.

Assinatura_Bia

Bianca Carvalho
Últimos posts por Bianca Carvalho (exibir todos)

Bianca Carvalho

Uma carioca branquela, bagunceira e desbocada. Uma mulher questionadora, inquieta e expansiva. Uma amante do mundo, dos cachorros e de pessoas apaixonadas pela vida.

2 comentários em “O que parte um coração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo