O que realmente importa? | Por Aninha Ruiz

Eu sempre fui um bom exemplo de pessoas que colocam a carreira em primeiro lugar, muitas vezes, até deixando a vida totalmente de lado. Sempre acreditei que trabalhar ao máximo hoje, é o melhor caminho para conquistar dias melhores no futuro, para ter uma vida mais confortável, para conquistar tudo que quero, os meus sonhos e objetivos.

Por isso, sempre corri atrás de desafios, tenho dois empregos, faço freelas, sou engajada em causas que não são minhas, leio muito, estudo o que posso, corro atrás de tudo que quero e não ligo de passar milhares de noites mal dormidas quando o motivo vale à pena.

No entanto, nos últimos tempos, comecei a refletir sobre isso, mudar um pouco a minha postura e cuidar mais de mim, confesso, estou mais feliz agora. Trabalhar muito, ser bem visto e reconhecida na sua profissão é realmente muito bom, mas ter pessoas queridas por perto, isso sim não tem preço.

Depois de algum tempo, comecei a sentir um imenso vazio em trabalhar até de madrugada e voltar pra casa sozinha, em almoçar correndo sem companhia, em conquistar algo e não ter para quem ligar contando ou ainda em ter uma tarde de domingo para aproveitar e não saber o que fazer, pra onde ir.

Relacionamentos saudáveis. Essa é a chave da nossa felicidade e é isso que realmente deve importar em nossas vidas, por mais difícil que seja enxergar isso. Não estou dizendo para trabalhar menos, fazer nada pela metade, ficar desesperada por um namorado, resolver engravidar amanhã ou promover qualquer pessoa à melhor amigo, mas estou dizendo para perceber as pessoas que estão a sua volta, que são realmente importantes para você, que com certeza merecem seu tempo e sua atenção. Perceba isso e mostre a elas, seja seu namorado, sua família, seus amigos…

Tente rever aquelas pessoas que você deixou de lado pela correria da vida, passe uma tarde gostosa ao lado de quem é importante para você, convide a família para um almoço especial no domingo, vá encontrar alguém no sábado a noite, surpreenda um amigo distante com uma carta, leve alguém para jantar, ligue para aquela pessoa especial e passe horas contanto suas últimas novidades, por mais que você deteste telefone, ao sentir a pessoa sorrir quando lhe atender, você mudará de idéia.

Tenho certeza que seus dias serão mais bonitos, suas noites mais prazerosas, seus sucessos mais intensos e suas conquistas mais humanas.

“Ter uma carreira é maravilhoso, mas ela não pode lhe aquecer numa noite fria.” Pense nisso.

Beijinhos

Fly away

@AninhaRuiz

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

5 comentários em “O que realmente importa? | Por Aninha Ruiz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo