O que seus olhos – realmente – veem? | por Aninha Ruiz

Deixe-me adivinhar? Hoje você já reclamou de acordar cedo e do cansaço. Já perguntou se falta muito pra sexta e já teve vontade de falar mal de alguém. Acertei?

Vamos a algumas indagações pouco comuns, para que possamos pensar a respeito: Quantos vidros tem a janela do seu quarto? Qual a raça do cachorro do seu vizinho? Há quanto tempo faz o mesmo caminho para ir trabalhar? Qual a cor dos óculos da sua secretária? E como é o cheiro da sua melhor companhia? Parece bobo, mas é difícil responder essas simples questões. Sabe por quê? Porque deixamos de prestar atenção às coisas que estão a nossa volta.



Claro que isso tem motivo, o cotidiano, a falta de tempo, a correria, a cabeça cheia, as contas pra pagar e tantos outros problemas mas, percebe que aos poucos estamos deixando de viver as melhores coisas da vida?



Esses dias, uma pessoa veio me deixar em casa e ao chegar na rua, disse: “A minha é aquela ali, de portão marrom.” E a pessoa respondeu: “Mas qual?” E só ai, pude perceber que cinco, das casas ao redor da minha, também tinham o portão pintado de marrom. Na hora, dei uma risada qualquer, mas minutos depois me peguei pensando: eu passo por aqui todos os dias, como não reparei nisso? E não foi bom chegar a essa conclusão, me senti um pouco frustrada e reparei que estou deixando de viver as pequenas coisas, aquelas que eu tanto defendo que devemos preservar.





Mais uma vez, minha intenção aqui é levar o leitor a uma reflexão sobre a própria vida em prol de dias melhores, pois isso pra mim, esses pequenos detalhes, são os que realmente importam.



Talvez, mudar o foco do seu olhar, prestar atenção em detalhes que não costumava reparar, observar coisas e pessoas ao seu redor, com inspirações diferentes possam trazer visões diferentes, melhores…

“Você só obterá resultados diferentes, se fizer coisas diferentes”.

Fly Away

@AninhaRuiz
Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

Um comentário em “O que seus olhos – realmente – veem? | por Aninha Ruiz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo