Olhar doce

Leia ouvindo: Eastside – Ellie

A pista de dança parecia um lugar seguro para meu corpo se soltar. Um ritmo envolvido, um olhar doce e lá estava você, me observando. Talvez não fosse um lugar tão seguro para conhecer uma pessoa. Me entreguei à música e ao seu olhar. “Por que não?”, pensei eu.

Quando aprendi a me permitir, percebi que a culpa fica de lado e o lado bom aparece. Me jogar de penhascos ficou mais fácil e divertido. Sabe por quê? Aprendi a voar. Muitos já me tiraram do chão, outros tantos não me deram a mão quando perceberam que eu iria cair. A minha resposta para ambos? Abrir os braços e aprender a voar.

Pode se aproximar, dançar comigo, me roubar um beijo, pagar uma bebida, me segurar pela cintura ou me tirar daqui da pista. Eu deixo. Se você sumir entre a multidão logo depois, eu não vou procurar a sua mão. Também não faço questão de uma mensagem por whatsapp no dia seguinte e não vou te procurar em redes sociais.

8101

[ Imagem: reprodução ] 

Me permiti conhecer pessoas superficialmente e aproveitar isso. O depois não me interessa sabe por quê? Mulher que sabe voar gosta de se aventurar pelo céu, conhecer novas árvores e se divertir em diferentes fios. Ela aprendeu que para criar ninho é preciso conhecer alguém especial, num lugar especial e traçar um plano especial.

Aventura o céu te dá, ninho só é feito com amor. Isso não falta por aqui, pelo contrário, transborda. Procura-se alguém para transbordar junto. Se quiser voar junto, venha comigo. Se quiser se aventurar, também. Aprendi a dançar diversas músicas. Necessidade máxima em tempos de dança de cadeiras.

Talvez você queira vir comigo. Talvez prefira ser sozinho. Talvez você fique observando. Talvez tome atitude. O talvez não me agrada, a liberdade sim. Hora ou outra eu vou voar, se quiser pode vir comigo. Se quiser pode ficar contigo. Não existe coisa mais bonita do que seguir em frente, independente da escolha do outro.

Assinatura_Juju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

3 comentários em “Olhar doce

  1. Textos sempre foda!
    Que Deus dê cada vez mais inspiração a vcs em 2015, para que consolem os corações angustiados. parabéns !!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo