Para uma grama mais verde, mãos mais calejadas

O meu tema dessa semana foi decidido na segunda-feira, depois de um acontecimento muito marcante que me fez refletir sobre a vida e seus ciclos. Eu percebi algumas coisas que podem ajudar muitas pessoas que estejam passando ou precisando passar por momentos assim, desses que sacodem nossa rotina e nos provam que o que tem que ser, independentemente de qualquer coisa, será! Mas, depois de um dia como hoje, que vi milhares de comentários sobre esse tema, como se fosse uma das coisas mais normais do mundo, resolvi deixar o assunto pensado para outra hora e tratar sobre esse que há muito me intriga.

Vocês já repararam nas constantes alterações no status de relacionamentos das pessoas? Acredito que não sejam só as pessoas que mantenho contato que estão nesse vai e vem de parceiros. Esse fato tem chamado demais a minha atenção por uma razão muito simples: eu sei o motivo.
Vocês sabem por que isso acontece? Vou lhes contar uma coisa, as pessoas simplesmente não estão prontas para relacionamentos verdadeiros e saudáveis pelo simples fato de não serem verdadeiras e saudáveis com elas mesmas.
Repare… os solteiros, querem alguém para dividir o cobertor, para ver filme juntinho, para andar de mãos dadas ou mesmo para tornar uma tarde de domingo mais agradável. Reclamam da falta de parceiro, vivem melancólicos ou bêbados por aí para, literalmente, afogar as mágoas, não respeitando os momentos de individualidade, de liberdade, de azaração ou introspecção para cuidarem de suas vidas, lutarem por objetivos, metas e sonhos individuais.
Por suas vezes, as pessoas que tem alguém ao seu lado, estão olhando a volta procurando comparar o companheiro com outras pessoas, pensando no ex, caçando defeitos, reparando nos pretendentes que tem à disposição ao invés de acreditar e respeitar na pessoa que está ao seu lado. Independente da pessoa ser seu marido, namorado ou um rolo, se está contigo , dividindo momentos especiais da vida, é porque você escolheu, então merece seu carinho e seu respeito acima de tudo, senso assim, porque ficar caçando problemas?
Esse mesmo fato acontece na vida dessas pessoas como um todo e não só nos relacionamentos. Se estão desempregados ou freelando ficam desesperados procurando um emprego, reclamando da instabilidade financeira e quando finalmente conseguem, reclamam de acordar cedo, do chefe chato, do trânsito pela manhã…
Eu sei, compreendo e respeito os dias que nos sentimos menos gente, que ficamos realmente tristes, que queremos chorar e só um colo pode nos confortar, que as pessoas nos chateiam, que temos bipolaridades mas, tirando esses dias, que tal abrirmos a mente, calejarmos um pouco as mãos para que a nossa grama fique mais verde e passe a ser mais vistosa que a dos vizinhos?

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

2 comentários em “Para uma grama mais verde, mãos mais calejadas

  1. ah…eu acho q td tem a hroa pra acontecer…eu nunca quis namorar…no entanto acabei num namoro de 4 longos anos e estou com outro indopara o mesmo tempo..4 anos juntos…e minah grana tá verdinha =]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo