Poderia…

Leia ouvindo: Emma Russack – Paris

82665

[ Imagem: reprodução ]

Quinta-feira. Frio. Dia qualquer. Abro a gaveta. Pego minhas chaves. Minha carteira. Dia de banco. Dia de conta. Não posso fugir. Gostaria. Mas não posso.
Saio do escritório. Elevador. Portaria. Rua. Obra. Caminho. Ops. Banco. Entro. Porta trava. Volto. Largo celular. Largo chaves. Porta libera.
Senha. Fila. Tédio. Paciência. Pago. Saio. Respiro.
Caminho. Atravesso. Me distraio. Atraio. Ops. Esbarro.
Me assusto. Reparo. Seu sujeito. Sem jeito.
Desculpe. Me culpe. Me perco. Viajo.
Poderia começar uma história. Uma estória. Contar vitória.
Poderia oferecer um café. Botar fé. Deixar de ser mané.
Poderia citar um canto. Oferecer um tanto. Deixar de ser tonto.
Poderia. Mas não pude. Não fiz. Não quis.
Poderia essa história ter vivido. Ter te conhecido. Ter me permitido.
No fim. Não vivi. Não te conheci. Não me permiti.
Essa não passa de uma história de um amor que não vivi.
Poderia…

Tiago_2015

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo