Procura-se um grande amor

Leia ouvindo: Johnny Cash – We’ll meet again

Procura-se um amor.

Destes há muito tempo perdido. Um amor que me mostre sensações há tempos esquecidas. Momentos que há tempos anseio. Alguém para entrelaçar as mãos entre as estantes de uma livraria. Alguém para dividir um edredom em uma noite de inverno. Um motivo para recordar as canções de amor que nunca confessei escutar.

Procura-se um amor para encontrar o meu amar. Um amor sem raça definida. Mas com valor inestimável. O sentimento mais nobre que já conheci. Nunca comprado. Adotado. Destes que cresce em você, desde o primeiro dia. O seu companheiro é um homem inconsolável. Incompleto. Oferece recompensas. Não são muitas. Mas serão suas. Os carinhos. Os beijos. O desejo de viver uma história. A dois.

{ Imagem reprodução }
{ Imagem reprodução }

Um amor que mesmo perdido não esquecerá os motivos de seu afeto. Os seus cafunés. O desejo de um filho. Um amor que sempre saberá o seu caminho de volta. Mesmo com todos os desvios que a vida poderá trazer. Porque este amor já se perdeu algumas vezes. Mas desta vez quer se acomodar. Quer encontrar um coração para chamar de seu. Para chamar de lar.

Se você o encontrar, por favor, trate com carinho. Ele estará um pouco assustado. Desacostumado. Já faz um tempo que está perdido. Se tiver a certeza de que é este meu, não entre em contato. Apenas entre. Traga-o no colo. Aconchegado. Deixe que ele ali se acomode. Faça dele algo seu também. Com a certeza de que será algo meu. Afinal, existe aqui um inconsolável homem procurando por este amor.

Assinatura_MAT

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

2 comentários em “Procura-se um grande amor

  1. Simplesmente lindo!

    Procura-se um amor daqueles que nos deixe rosa, com a mão suando e o coração tremendo!

    Procura-se um abraço de urso no qual caibam todos os meus sonhos e medos.

    Procura-se um amor desses de cinema ou da vida real, tanto faz! Desde que seja amor =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo