Proteção

Leia ouvindo: The Middle East – Lonely

Nasci em uma família religiosa, católica, com anjos e santos espalhados pela casa. Sempre foi natural pedir a benção da minha avó ou da minha mãe ao sair de casa. Rezar para o anjo de guarda, ter devoção à Santos e principalmente acreditar que alguém lá em cima cuida da minha vida e ações.

Cada um com a sua fé, cada um com a sua religião. A certeza? Proteção nunca é demais. Seja ela na arruda, no terço enrolado nas mãos, no ajoelhar com fé ou fazer uma oração. Precisamos de proteção.

Proteção contra os males do mundo, pela saúde, pela felicidade, por alguém querido, para passar por uma situação difícil, para seguir em frente, para ter força, para depois de tudo sentir um dos sentimentos mais bonitos do mundo, gratidão.

8299

[ Imagem: reprodução ] 

Já dizia minha avó: pedir proteção nunca é demais. Estamos aqui para passar por desafios, aprender coisas, amadurecermos como pessoas e principalmente, criarmos uma relação íntima com a energia que move o universo. Os ateus que me perdoem, mas para mim, é inevitável acreditar que existe uma força maior que rege o universo e o nome dela varia, mas o significa é um só: Deus.

Não importa qual patuá você leve no bolso ou qual religião esteja no seu coração. Peça proteção e seja atendido. Agradeça. Não esqueça que o poder da oração é grande, e o da gratidão maior ainda. Quando alguém disser: Que Deus te proteja, que você diga amém, com a convicção de quê aquela energia poderosa se tornará uma armadura onde nada nem ninguém pode te atingir.

Acredite, proteção nunca é demais.

2015_Ju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Um comentário em “Proteção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo