Querida Velha Infância

Viver, já não é tão fácil. Não posso reclamar da vida que levo, e de momentos que muito vivi, mas hoje eu senti saudades…

Saudades da minha pré escola e das mamadeiras que a minha avó fazia antes da soneca da tarde. Saudade da minha boneca de pano, minhas barbies de cabelos cortados, das brincadeiras no quintal de casa. Tenho saudade de subir no pé de goiaba, comer jabuticaba, e sentir o frio na barriga de quando meu pai me jogava pro alto para depois me pegar no colo. Saudade do abraço da minha mãe logo que ela chegava do trabalho e dos beijos de boa noite.

Saudade do pão caseiro da minha avó, dos bolos e doces também. Saudade de andar de bicicleta, de brincar de pique na capela em frente de casa, de explorar novos horizontes mesmo dentro de casa, das minhas sapatilhas de ballet e polainas cor-de-rosa.

Girls
{ Imagem reprodução }

Tenho saudades das festinhas da escola, dos meus amigos de infância, do meu cabelo loiro e encaracolado. Saudades de pisar no gramado da chácara, da guerra de bexigas d’água, dos meus primos, da alegria de encontrar a minha bisavó.

Saudade tem cheiro, e hoje veio em cheio o cheiro doce da infância.

Hoje eu senti tudo isso depois que eu vi isso aqui…

Poesia, doçura, flores, infância, saudade. Saudade imensa de voltar a ser criança.

Festa da Primavera 2013 from Alexandre Macedo on Vimeo.

Assinatura Ju - 2013

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo