Quero que ele fique bem

Leia ouvindo: Marble Sounds – The Day We Care About

Quando acordei, me perguntei “aconteceu mesmo?”. Sim, havia acontecido.

Eu sentia meu rosto inchado, resultado das lágrimas salgadas da noite anterior. Apesar da vontade de dormir e esquecer tudo, estava inquieta. Agora, era cada um pra um lado. Como assim? Custava a acreditar.A vida tem sido dura com a gente. Percalços que apareceram sempre que achávamos que a maré estava calma. Tentamos, resistimos. Mas só há uma única coisa justa com os dois nesse momento: seguir em frente.

Ele não queria me fazer sofrer, e eu não podia ajudá-lo. Algumas coisas só dependem dele. Pelo menos é isso que ele acha. Seria um prazer batalhar com ele, sofrer se necessário, para um dia comemorarmos juntos as vitórias. Mas essa porta tem que se abrir sozinha, não adianta empurrar.

7170

[ Imagem: reprodução ] 

 

Isso me causa um misto de falha, de sabotagem, de indignação. Por que agora? Por que assim? Aí, passa e vem a falta, a saudade, a ausência. Aliás, esta é ambígua. Tem a presença da ausência e a ausência da presença. Sinceramente, não sei qual dói mais.

Rezei pra implorar proteção, e pra pedir perdão também. Eu e minha ansiedade não facilitamos muitas vezes. Meu Santo Antônio me atendeu. Me disse baixinho que vai ficar tudo bem. Não só pra mim, para ele também. E como eu desejo que ele fique bem, meu santinho. Porque no final, não adianta ninguém falar o que ficou ou o que deveria ter ficado. Só eu sei, e ainda bem que sei, que tudo valeu. Ainda vale.

E que se o jeito agora é estar de fora, só torcendo, que assim seja. Amor mesmo não é necessariamente aquele que dura mais tempo, mas aquela vontade de ver ele bem, independente do que aconteça.

 

Assinatura_Nat

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

Um comentário em “Quero que ele fique bem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo