Santa sexta-feira 13, Tonhão

Leia ouvindo: John Mayer – XO

Mas que grandíssima ironia do destino, uma baita piada pronta. De todas as bárbaras coincidências que nos ocorrem nessa vida, essa até que me fez rir. Senhor Santo Antônio, faz sentido o seu aniversario ser numa temida sexta-feira 13?

Um dia fatídico de folclore e lendas urbanas misturado com uma data de orações levemente desesperadas de gente procurando o amor. Que baita confusão! Será que os céus estão preparados pra tanta superstição?

Como na minha crença o amor sempre vence, não há lua cheia que espante as rezas que já preparei. Não individualizei nenhuma delas, generalizei todos os pedidos para que se espalhem sentimentos bons. Porque, por mais otimista que a gente seja, parece que andamos vivendo numa eterna sexta-feira 13.

{ Imagem reprodução }
{ Imagem reprodução }

Falta bondade com o próximo, falta sim. Há dias em que o desânimo diante das notícias do mundo é inevitável. Violências gratuitas, brigas entre nações, desrespeito entre humanos. Onde foi parar o amor?

Santo Antônio, ainda acredito que os bons são maioria, e acho que o senhor também pensa como eu. É por isso que hoje, de joelhos, eu peço que você jogue o amor ao vento, desejando que se transforme num furacão e devaste todos os corações mais duros e inflexíveis.

Que nenhum relacionamento seja um pesadelo. Que as relações entre povos e religiões deixe de ser um filme de terror. E que gatos pretos, brancos e pardos cruzem, sim, o meu caminho. Porque né, Santo Antônio, eu também sou filha do nosso Deus e to precisando de uma forcinha!

Temos um acordo?

Assinatura_Bia

Bianca Carvalho
Últimos posts por Bianca Carvalho (exibir todos)

Bianca Carvalho

Uma carioca branquela, bagunceira e desbocada. Uma mulher questionadora, inquieta e expansiva. Uma amante do mundo, dos cachorros e de pessoas apaixonadas pela vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo