Sobre gratidão e outras coisas

Foi um bom ano!

Ano de encerrar ciclos, começar outros, abrir portas, limpar o porão, pintar as paredes, olhar em volta. Obrigada Deus!

Não é só pedir, chegar ao milagre, se ajoelhar no chão e rezar. É sentir a gratidão chegar ao coração e cair em lágrimas. Foi realmente um bom ano, valeu!  Valeu a decepção, o choro, a mágoa, o corte de relação, a ida sem volta, a saudade, o abraço, o sorriso, as dificuldades. Valeu tudo!

Um ano ruim ou bom, não sei. Um ano que me fez mais grata, maior e ao mesmo tempo tão pequena. Não somos gigantes. Somos o João explorando o enorme pé de feijão. Se você se sente grato, se sente feliz. Você fez a sua parte, chegou onde queria, conseguiu aquilo que tanto desejava. Agradeça.

2026
{ Imagem reprodução }

Acho que a grande sacada de ano novo é agradecer. Não é lista de desejos ou mudanças, é a lista de agradecimentos. Eu, você, ele, ela… todo mundo precisa agradecer. Agradecer pela vida, pela família, pela prosperidade, amizade e por ai vai. Pedir é o mínimo, agradecer é o dobro, fazer é o triplo. Você é grato? O que fez? O que não fez? Quantas pessoas já passaram pela sua vida?

É tempo de reflexão, e de gratidão. Peça menos, agradeça mais. O simples é tão bonito. Seja grato e faça a vida acontecer. O universo é tão justo que te faz escolher entre plantar o bem e o mal, a escolha é só sua. Mas lembre-se, como um dia planta, um dia vai colher.

Assinatura Ju - 2013

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo