Sobre os caras que tive | Não era suficiente

Leia ouvindo: Frank Ocean – Lost

Você apareceu numa fase que eu não queria encontrar ninguém. Foi inesperado e assustador ter gostado de ficar com você. Como gato fugindo d’água, fui assim com você. Eu não estava procurando por nada, a minha própria cia era suficiente para mim. Claro que ter alguém é sempre bom, mas nunca me importei em estar sem par.

E é nesse momento, dona de si, que a vida vem mostrar que não dá para controlar. Depois de meses de fuga, decidi te dar a mão. E foi incrível. Tive momentos únicos com você e isso é lindo de lembrar. A palavra parceria definia muito bem eu e você. Você abraçou meu mundo e eu o seu. Decidimos desenhar uma história bonita. E foi, até chegar no ponto final.

Você é incrível. Não para mim, mas isso não te faz deixar de ser incrível. Como qualquer casal, tivemos nossas diferenças. Algumas costumavam sair aos berros, outras eram silenciadas e doídas. Foi no dia que você disse que não era suficiente para mim que dei conta que talvez não fosse mesmo.

Ju

[ Imagem: reprodução ] 

Talvez pelas nossas diferenças, mas muito por conta dos nossos objetivos de vida. Senti em você, uma certa dificuldade em abrir os braços e voar. E isso não te faz menos corajoso. Admiro quem prefira terra firme. O que me ganhou nunca foram presentes caros, viagens, bons vinhos ou jóias, mas um abraço, uma ligação, uma atenção, sempre fizeram pulsar o coração. Não fomos generosos o suficiente um com outro. Economizamos “eu te amo” com medo de amar de verdade. Uma sensação de ter feito tudo que podia misturado à um gosto amargo de frustração. Cair a ficha de que aquele relacionamento não tem qualquer futuro é triste. Já não estávamos mais felizes. Foi melhor o fim.

Olho para trás e entendo que a possibilidade de dar certo era mínima, mas que por sorte, o destino me fez aprender muito com você. Mesmo sendo feliz sozinha, sei que é importante ter alguém. E mais importante que ter, é ser alguém suficiente, completo.

Apesar de caminhos distintos, foi bom o meu olhar ter cruzado com o seu naquela noite. Obrigada pela convivência. Seja feliz e seja mais do que suficiente para alguém.

2015_Ju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo