Sobre Samba

Imagem: Susana Castro para o Iff
Imagem: Susana Castro para o Iff

Samba meu, samba nosso.

Samba no morro, samba na piscina, samba na laje da favela, samba na cobertura daquele prédio.

Samba!

Samba não tem classe social ou cor. Samba é calor.

Brasileiro é samba! Eu, tu, eles… nós.

Temos remelexo, swing, sangue bom. Samba bom contagia, não tem como ficar parado, não fazer batuque com as mãos ou marcar ritmo com os pés.

Sambe meu amor!

O samba foi feito pra gente sambar, se jogar, rir, viver e se mexer. Criaram o samba para fazer o brasileiro mais feliz, para falar de amor, de vida, poesia e de um país que sabe sorrir diante de tanta coisa errada. Saber sorrir, tá ai uma das coisas que também fazemos bem. Fazemos também festa, feijoada e caipirinha. Eta Brasil Maravilhoso!

Não deixe o samba morrer, não deixe o samba acabar, o morro foi feito de samba… samba pra gente se acabar.

Feliz samba pra gente!

Assinatura Ju - 2013

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo