Sour Times

1

Por @MelissaLüdeman

Tomei um pouco do meu vinho branco preferido antes de começar este texto. Não foi para aumentar a criatividade, tampouco acredito que hoje seja o dia perfeito para encher a cara. Foi só sede. Bebi num copo bem vagabundo, num gole só. Queria sentir o doce da bebida rasgar a minha garganta num misto de prazer e desagrado. 12 anos. O vinho tinha praticamente metade da minha idade, e eu estava lá, consumindo cada gota freneticamente, sem pensar.

Se eu fosse fazer um balanço de 2011 seria: valeu a pena. Mas valeu mesmo, como qualquer coisa, boa ou ruim que aconteceu ou vai acontecer na minha vida. E é assim que eu vou pensar pra sempre, porque meu mantra de vida é “eu sou eu mais as minhas circunstâncias”. Tudo é válido. Tudo que eu vivi me torna o que eu sou hoje. Cansei de olhar pra trás, desisti de tentar adivinhar o futuro, porque essas duas coisas me fazem perder um tempo preciosíssimo NO PRESENTE.

Não sou boa com conselhos, não quero falar de verdades absolutas e resoluções nunca cumpridas. Acho esse papo de “faça um balanço do seu ano” um porre – e não confunda esse porre com aquele gostoso que a gente tem com os amigos na mesa de um bar – portanto, se eu pudesse desejar uma coisa para você neste finalzinho de ano, seria: SINCERIDADE.

Esse negócio de bola de cristal não tá com nada, o “tanto faz” deveria ser banido da porra do seu vocabulário e pra ser bem educada, eu nem vou dizer onde você deve enfiar a bendita da falsidade que, vez ou outra resolve aparecer. Seja sincero com você mesmo, inspire verdade quando for tratar com os outros. E só.

Pra que viver num mundo de Chandon com taça de swarovisky, se o que te faz feliz é o buteco pé sujo da esquina? Seja como esse vinho que me embriaga: SIMPLES NA ESSÊNCIA E MELHOR A CADA ANO.

Uma ode a brindes mais sinceros. Feitos com copo de requeijão.
E viva 2012, seja lá o que isso signifique pra você!

Últimos posts por admin (exibir todos)

You might also like More from author

1 Comment

  1. Marcelo says

    Ok, agora sim eu li você, do jeito que você é e eu sei disso. E no mais, o que dizer além de que esse ano foi sim intenso. Mas não mais do que aquilo que a gente vem construindo dia a dia. A vida segue, e segue bem. Um beijo enorme, e em 2012 o primeiro brinde a gente divide. Parabéns bonita. Amo você 🙂

Leave A Reply

Your email address will not be published.