Talvez

Leia ouvindo: Los Hermanos – Conversa de Botas Batidas 

Talvez não adiante nada eu te dizer o que vou te dizer. Talvez não mude nada na sua vida, mas com certeza vai mudar na minha.

Talvez você não saiba o que te (re)encontrar significou. E para esclarecer, significou muito. Mesmo.

Talvez você não saiba que eu não esperava por isso. Não mesmo. Talvez eu não esteja lidando da melhor forma com esse sentimento, que ao mesmo tempo que me surpreende, já é um velho conhecido.

Talvez não adiante eu te pedir desculpas por não ter visto a importância disso antes.

Talvez eu precise aprender assim. Na marra.

Talvez nosso momento tenha passado e eu tenha que conviver com a ideia de que não vamos ter tudo aquilo de novo. Talvez nosso momento ainda esteja por vir.

8174

[ Imagem: reprodução ] 

Talvez a gente tenha mesmo uma ligação muito mais forte que qualquer momento. Tanto que talvez não precise haver um momento. Só querer.

Talvez não haja querer. Talvez haja mais do que a gente achou que deveria existir.

Ah! Talvez você não saiba também que mais do que amor, foi professor. Muito do que sei e sou é por sua causa.

Talvez você se sinta assustado com as minhas palavras. Com a minha teimosia, aquela que você já tinha desacostumado. Só que talvez você sinta vontade. A mesma que eu sinto agora.

Talvez você leia esse texto. Talvez pense que é bobagem. Dor de cotovelo. Drama. Mas talvez se dê conta de que podemos dar certo. De novo. Talvez a gente possa conversar. Talvez tentar. Por enquanto, a única certeza é que precisava te falar tudo isso.

 ASS

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo