#TextoAlheio | Um pouco mais sobre amor

Texto alheio por Fabiane Veimrober

Leia ouvindo: Sara Bareilles – Brave

Não desejo e espero que se aprenda a amar na dor, na ausência, no sofrimento, no fim e na despedida!
É estranho essa concepção de amor, essa percepção de carinho que só é sentida pelo outro quando não mais o temos ou depois que muito já foi ferido, dito, desprezado e não cuidado!

{ Imagem reprodução }
{ Imagem reprodução }

Fico sempre pensando e me questionando o quanto essa cultura de que é preciso perder, passar por situações ruins, de solidão e sofrimento faz com que as pessoas aguardem,de maneira inconsciente, que essas situações aconteçam para demonstrar o seu amor, seu carinho, o seu afeto! Aguardem não só para demonstrar esse afeto, mas também para saber que possuem esse sentimento ou algum bom sentimento por alguém!

E ouvindo, vivendo, sabendo, imaginando diversas situações, fico tendenciosa a não querer aceitar que só possamos perceber e dar amor dessa forma, pois fico com a sensação de que a cada momento que passa, vamos perdendo a capacidade de dizer, demonstrar, cuidar e ter afeto sem que antes seja preciso magoar ou magoar-se e ainda fico com a angústia de não termos a capacidade e simplicidade de dar e reconhecer o nosso afeto e cuidado pelas coisas boas vividas, pelo que as pessoas são e representam para nós.
E talvez seja possível sentir, gostar, cuidar e amar, sem uma premissa rígida e obrigatória, de que é preciso fazer doer ou ter que sofrer, para saber o quanto se tem amor!

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo