Um dia de angústia

Leia ouvindo:  Galantis – Runaway

Hoje eu não estou feliz. Não consegui esboçar um sorriso espontâneo, só pedi para o dia terminar bem. Agradeci por mais uma oportunidade, conversei com Deus para as boas notícias chegarem, mas em dias de angústia, o túnel fica um pouco mais escuro.

Amanhã eu sei que vai ser diferente, mas me permiti ficar triste hoje. Talvez isso mude. Talvez não. Hoje eu prefiro me calar, ficar em oração, mexer o corpo o menos que posso e ficar com o fone de ouvido o dia todo. Se posso escolher como me sinto, posso escolher a música que vai me fazer melhor.

Logo eu que sempre fui do sorriso, do abraço, assim, meio cinza, meio triste, mais copo vazio do que cheio. Se é para ser intensa, que seja por inteiro, da felicidade à tristeza. Assim não vai existir meia cura, é cura de vez.

8126

[ Imagem: reprodução ] 

Um dia de angústia para pensar, viver e rever. Rever tudo aquilo que não nos faz bem, limpar a sujeira que ficou e remover a tristeza que ainda sobrou. Um dia para colocar a cabeça no lugar, ou pirar de vez. Um dia inteirinho para chorar, ou simplesmente ficar como está.

Não se culpe pela angústia, ninguém precisa ser feliz o tempo todo. Não se culpe pela tristeza, ninguém precisa sorrir sempre. É melhor viver o escuro do túnel para depois encontrar a luz, do que deixar a luz passar despercebida.

Sejamos intensos, na alegria e na tristeza. Tem dias que o copo vai ser estar um pouco mais cheio, outros bem mais vazio. Faz parte desse jogo chamado vida. Acostume-se. Mas não permita que a sua vida seja morada da tristeza. Que ela esteja de passagem, em uma única estadia.

Assinatura_Juju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo