Um motivo para sorrir | Fé

Leia ouvindo: Miracles – Coldplay 

Abri os olhos e agradeci. Aprendi a ser grata por tudo aquilo que me é dado. Sejam bençãos ou dificuldades. Antes procurava entender os motivos, hoje percebo que até as maiores dificuldades são dádivas. São aquelas pedras que vão servir de alicerce para a estrutura toda.

Não é fácil agradecer de corpo e alma, mas acho que o mais difícil é o entendimento. Ser como a água para driblar seus obstáculos. Nada é, tudo está. Repito a frase que virou mantra por aqui. Para quem tem fé, nada é impossível. Para quem quer, tudo é caminho. O problema é quando enfraquecemos, quando perdemos aquele brilho no olhar e o coração perde um pouco mais a fé. Parece que não existe chão suficiente para os pés. Parece que o mundo vai te engolir e os problemas também.

8265

[ Imagem: reprodução ] 

É hora de dobrar os joelhos, ficar em silêncio, cuidar do pedido que será feito e ter sabedoria suficiente para aceitar o que vai ser  entregue. Paciência, o tempo do senhor do universo é diferente do meu. Nem tudo que parece é. Dinheiro se ganha e se gasta. Todo mundo tem problema, mas nem todo mundo tem consciência tranquila. Cabeça vazia, coração mais ainda. Pensamentos negativos não alimentam solução. Respira!

Fé. Daquelas de mover montanhas, curar doenças graves, transformar pessoas, cuidar da alma, trazer calma, preencher o coração, ter sabedoria, fazer o que era impossível acontecer. Fé necessária para viver. Fé é item obrigatório para seguir em frente e correr atrás daquilo que se quer.

Ter fé, está ai um motivo para sorrir todo dia. E ai, já agradeceu hoje? Já acreditou no impossível? Movendo montanhas e abrindo caminho. Nada é, tudo está.

2015_Ju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo