Valeu a pena.

Por @AninhaRuiz

Dois mil e onze, dois mil e onze… lembro como se fosse ontem das pessoas dizendo que o mundo acabaria no ano dois mil e eu, ainda criança, morria de medo que isso fosse verdade. Tinha medo de morrer sem ter a oportunidade de me formar, de conseguir um emprego que gostasse, de ganhar o meu dinheiro, fazer uma tatuagem e de ter alguém para amar e andar de mãos dadas na rua.

Parece bobeira, mas esse clima nostálgico surge nessa época do ano. Pois bem, cresci, me formei, tenho um emprego onde faço o que gosto e ganho meu dinheiro, fiz uma tatuagem, aliás, mais de uma, tenho alguém para amar e andar de mãos dadas, embora por algum motivo desconhecido, pouco faça isso. Que beleza não? Mas, como todo adulto, passo alguns dias no desejo de voltar a ser criança e apenas desejar que tudo isso fosse verdade um dia.

Esse ano foi muito diferente dos demais, muito mais batalhado de que costume, cheio de força, coragem, garra, luta mesmo! Não que os outros não tenham sido assim, mas esse foi especial. Lutar pelo que acreditamos é a única forma de fazê-las acontecer, exatamente por isso, foi o que mais fiz esse ano. Claro que, lutar cansa, rouba nossas forças e em alguns momentos nos deixa achando que não existem mais esperanças mas… vale a pena.

Valeu a pena! Essa é a melhor definição para toda a luta desse ano. Valeu a pena lutar por um emprego melhor, pela minha evolução, por coisas que queria, por pessoas especiais… e claro, justamente por esse motivo, sempre continuarei lutando para mantê-las e por novas conquistas mas… consegui! Dá pra entender? Eu consegui muita coisa que lutei para conquistar! Isso não tem preço, literalmente.

E confesso, a maior luta está sendo contra o maior dos demônios, aquele que mora dentro de mim, meus medos e aflições. Lutar contra seus medos é a mais difícil, mais intensa e mais árdua luta, mas deve acontecer, para que possamos evoluir, nos entender e sermos mais felizes.
Portanto, fica aqui minha mensagem pra todos, minha vida não está perfeita, estou cansada e tem muita coisa errada por perto mas, descobrir que alguma de suas lutas foi vencida, dá um ânimo e uma felicidade tão gratuita, que compensa todos os esforços. Não desistam, se lutarmos de verdade, mais cedo ou mais tarde, iremos alcançar nossos desejos. Quem cativa a vitória, é aquele que crê plenamente: “eu conseguirei!”.

Não posso terminar minha retrospectiva, sem falar sobre uma coisa importante: o prazer de ter entrado para o blog e fazer parte dessa querida família de Onças e Onços e mais que isso, o prazer de receber o  carinho de todos nos feedbacks das minhas postagens. Que fique aqui registrado o meu agradecimento.
Agora vocês me dão licença mas, eu tenho uma porção de coisas grandes para conquistar e não posso ficar aqui parada. Quem traz no corpo essa marca, possui a estranha mania de ter fé na vida.

Fly Away

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

4 comentários em “Valeu a pena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo