Vamos ficar em paz?

Leia ouvindo: Pearl Jam – Black

Sabe, bonito,

Cansei de tanto desencontro, desentendimento, caminhos opostos e distância. Por que a gente não fica em paz? Viagem no final de semana, só nos dois, beira-mar, uma rede e um horizonte pra olhar? Era para ser o nosso mundo, nossa escolha, nosso abrigo. Também pode ser finais de semana no sítio, passeio a cavalo com direito a banho de cachoeira.

Não sou boa com distância, tempo e desencontros, e você sabe como ninguém disso. Onde a gente se perdeu? Por que a gente não se achou? A vida nem sempre toma o rumo que a gente quer, mas quando a gente quer, não existe desculpa.

bad9888660aca2a375a3c58b540a921e

[ Imagem: reprodução ]

E eu quero. Quero os finais de semana no sítio, na casa de praia dos meus pais, você esparramado no sofá lá em casa, me acordando aos beijos nos domingos pela manhã, fazendo aqueles jantares tão gostosos nas sextas-feiras depois do trabalho. Quero você de jeans e camiseta branca, abrindo vinho ou o pote de geleia – que eu nunca consigo. Quero a gente comemorando sem motivo aparente o tempo que estamos juntos. Quero você sorrindo de novo e me pegando pela cintura logo que eu abria a porta do apartamento. Quero continuar vivendo tudo aquilo que escolhemos e hoje distanciamos por uma briga boba.

Não queria que você saísse por aquela porta quando eu pedi. Assim como não queria que você voltasse para essa sua vida noturna sem vergonha e sem juízo. Não queria ter brigado com você aquela noite, também não queria ter juntado as suas coisas para te ver partir. Faz 5 dias que meu telefone não toca, que a nossa conversa no whatsapp vai ficando cada vez mais perdida entre conversas bobas. Decidi vir para o sítio sozinha, seu Antônio perguntou de você, Dona Joana perguntou se era para fazer aquele bolo de laranja que você adora. Fiquei sem reposta e também perdi um pouco mais do meu chão. Nina e Tobias morrem de saudade das voltinhas na praça. Meus pais perguntam de você. Minha avó quer saber porque ando triste e “desgrudada” do celular.

É, bonito, você faz mais falta do que eu poderia imaginar. Volta, traz de novo a minha paz, a nossa rotina e o lugar que eu mais gosto no mundo: seu abraço.

Não sei pedir desculpas, mas escrevo textos. Achei que ajudaria.

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo