Vontades

E de repente bate aquela vontade de comer um doce, comprar uma roupa, ir ao shopping, tomar sorvete, sentir um perfume, roubar um beijo, ligar, falar, sumir…. bem quando a gente não pode fazer nada disso.

Seria até normal sentir essas vontades, afinal, quem não sente? O problema todo consiste em uma só questão: mulher é um indivíduo “do contra”. Pare e perceba: a gente quer muito comer um doce, mas “PARE antes que estrague todo o esforço daquela dieta!”. A gente quer muito comprar uma roupa, mas como fazer com aquele limite do cartão de crédito que já foi estourado? A gente quer tomar sorvete bem no dia em que o termômetro marca 10º abaixo de zero. Ainda, queremos pegar o carro e fazer uma road trip bem no dia em que o carro foi parar no mecânico. Sem falar no mais dramático de tudo isso. Queremos sentir um perfume, roubar um beijo, ligar ou falar com quem a gente quer, mas a pessoa está… longe.

Todo dia passamos vontade de alguma coisa, pessoa ou situação. Sentimos saudades, vontade de chorar, rir, jogar tudo pro alto, abraçar o mundo, mandar uma mensagem, colocar uma mochila nas costas e sair por aí… Quantas vontades em tão pouco tempo… Segundos, eu diria! Dizem que é melhor fazer o que se quer, do que passar vontade… mas será que vale a pena? Queria de presente uma balança de vida, para pesar tudo aquilo que vale ou não a pena e simplesmente me desconectar de todos os porquês e poréns, de fazer ou não aquilo que eu to querendo. Fazer sem culpa, sem medo. E ser feliz. Genuinamente.

Queria viver sem passar vontade, sem culpa e sem peso na consciência, seja por um doce, uma amiga, um homem ou uma atitude. Há quem diga que é fácil ser livre de todas essas coisas. Eu ainda não experimentei essa sensação. Se alguém possuir a fórmula, por favor, me ensina. Passei na fila da vontade e da culpa algumas vezes. E antes mesmo disso, Deus me mandou ao mundo na forma feminina, então já vim com esse defeito de fábrica. E triplicado. Não é fácil ser mulher. Não é fácil ser eu. Pior ainda é que não é fácil NÃO comer doce na dieta ou TPM, NÃO ter vontade de ter um amor, NÃO ligar ou mandar mensagem para aquela cara, NÃO gastar horrores no shopping.
É, Taci Lino, amiga de coração, começo a concordar com você. “É insuportável sobreviver à uma sucessão de dias felizes”. Logo depois, vem sempre a culpa bater à porta.

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

2 comentários em “Vontades

  1. Apresentamos sinais de “do contrismo” desde pequenas. A gente, aos 14 anos, sonha em ser maior de idade, ir pra balada, passar maquiagem, andar de salto alto e dirigir. Hoje tudo o que eu quero é cara limpa, sandália rasteira, me livrar das responsabilidades do trabalho e das contas à pagar e pegar uma caroninha com os amigos.

    Juju, você ahaza. Para de ser do contra e grite esses textos ÓTIMOS pro mundo!

  2. concordo com vc Bianca! Tdo que eu queria qnd mais nova hoje já é básico!
    Adoooro esse blog! Todos os textos me encantam! Virei fã! Beijão e Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo